19-02-17

Sobre a cadeira cheia de roupas da vida

Sobre a cadeira de roupas da vida

Foto: Maya Fuhr

Você provavelmente, tem uma no seu quarto. Você sabe: a cadeira cheia de roupas. Se você não tem a cadeira, provavelmente, isso ocorre com uma parte do seu guarda-roupa.

Você chega em casa, tira suas roupas, e coloca na cadeira. E, bem. Você sabe: se você simplesmente guardasse a roupa e/ou colocasse para lavar, você não gastaria 5 minutos. Mas… A cadeira tá ali, não é? Deixa por lá mesmo. Uma semana depois, você quer uma brusinha. Uma muito especifica: aquela, de alça preta, que combina com aquela calça que tem aquele furinho no bolso…  Mas, onde diabos está? Sim, na cadeira. Que agora provavelmente está quase que desmoronando de tanta roupa que tem lá. E, veja só: você vai gastar, pelo menos, chutando baixo, uma hora arrumando tudo isso.

Eu, além de ter a cadeira no meu quarto cheia de roupas (juro que estou tentando ser melhor), também tenho a cadeira cheia de roupas da vida. Eu vou acumulando tarefas na minha cadeira da vida. Tarefas essas que claro, um dia serão feitas. Quando eu tiver tempo. Ou dinheiro. Ou coragem. E, na verdade, o que eu estava esperando é aquela hora em que os astros estão perfeitamente alinhados: com dinheiro o suficiente, sem medo do que as pessoas vão pensar, trabalhando em um lugar legal, com as séries em dia, dormindo oito horas por dia, e com tempo para escrever em um blog. Mas, veja só: esse tal de momento perfeito não existe.

Uma das coisas que estava na minha cadeira da vida, era esse blog. Há tempos eu quero fazer um blog de novo (tive alguns blogs na infância/adolescência). Sendo mais específica desde o ensino médio. Então, faça as contas: se estou no quarto ano da faculdade, e tenho essa vontade desde o segundo ano do ensino médio… Faz tempo, não é? O problema, era que eu esperava o momento perfeito: quando eu tivesse dinheiro o suficiente, ou tempo o suficiente ou fosse “corajosa” o suficiente (timidez foi um grande empecilho de colocar isso aqui no ar)… E bem… Essa hora nunca chegou. Por isso, certo dia, eu simplesmente paguei o domínio e a hospedagem. Quando dói no bolso, a história vira outra. Então, aqui estamos. Vai dar certo? Eu sei lá. Eu estou com medo do que os outros vão pensar? Sim. Mas, também cansei. Resolvi que cansei de esperar pelo momento perfeito. Acredito que dá para fazer o momento perfeito acontecer.

Para me lembrar que, não há momento perfeito, eu fiz um wallpaper, com os dizeres “You are entirely up to you”, que pode ser interpretado como “Você é responsável por você mesmo”. É claro que há coisas que fogem do seu controle. Mas, você pode escolher como lidar com essas coisas. E, tem versão para desktop, para celular, e uma versão com auto qualidade para impressão! (:

Wallpaper You are entirely up to you

Mas e você, me conta. O que tem aí na sua cadeira de roupas da vida, que você quer tirar de lá?

deixa um pouquinho de você comigo 💕
  1. em 20/02/2017

    tamo testando

  2. em 22/02/2017

    Pra ser sincera no momento o que está na minha cadeira da vida é parar de procrastinar e começar estudar kkk
    Mas o blog, o estudo, o inglês, tudo eu vou acumulando na “cadeira” até uma hora que ela transborda e você precisa começar arrumar e colocar cada coisa em seu devido lugar.
    Amei o texto e a metáfora.
    Sucesso ;*

  3. em 22/02/2017

    Amei o texto,nossa me identifiquei com vc no quesito dá demora de criar o blog,enrolei também por timidez,e a espera do momento certo.E também tenho a cadeira de roupa kk quem não né?!
    Parabéns!!Sucesso
    Bjs

  4. em 22/02/2017

    amei e super me identifiquei com o post, até pq me entedio muito fácil com tudo e me interesso por tudo o tempo todo, ou seja : começo mil coisas e não término quase nada, na minha cadeira da vida tem muitas coisas pendentes, dieta, me tornar uma mae mais calma, me dedicar mais ao blog ( pq gosto muito mais do youtube) enfim, tantas coisas kkkķ para bens pelo blog e sucesso

  5. em 22/02/2017

    Minha cadeira nesse momento ta cheia de roupas kkk e quando to usando a cadeira, as roupas ficam na cama kkkk Mas na vida, tenho tanta coisa pendente. Curso de inglês, academia e outras coisas que acabo deixando sempre de lado e esperando a melhor oportunidade. Parabéns pelo blog!! Bjss

  6. em 22/02/2017

    Olá! Adorei a metáfora, porque tenho a famosa cadeira (na verdade é um puf com a bandeira da Inglaterra) cheio de roupas… E também tenho a cadeira metafórica, onde tenho várias coisas penduradas. O bom é que esse ano consegui tirar dela uma coisa que queria muito: o meu mestrado… Menos uma coisa por fazer! kkkkkkkkkkkkk

    bjs

    http://www.vintageandgeek.com.br

  7. em 22/02/2017

    Como sou super organizada, não tenho nenhum canto jogado com roupas no quarto rsrs. Mas seu texto com a alusão da cadeira para a vida real é muito legal, parabéns. Seu blog é um amor também. Beijos

    http://www.gotadechampagne.blogspot.com

  8. em 22/02/2017

    Menina, amei seu blog!!!
    E que texto maravilhoso, acredito que todos temos essa tal “cadeira” não somente no quarto, como na vida!
    Meu maior empecilho é a timidez, ainda não divulguei meu blog para os amigos…
    Beijos e sucesso ♥

    http://www.meumundonofundo.com.br

  9. em 22/02/2017

    Eu amei sua comparação com uma cadeira na vida.
    Realmente se pararmos 5 minutos pra começar a cadeira do quarto com a da vida, elas tem uma ligação muito forte.
    Eu tinha uma dessas no meu quarto e quando tirei acabou indo pro chão 🙁
    Agora estou mais organizada em ambas as partes e me dá um alívio enorme!
    Beijinhos e parabéns pelo ótimo texto!

  10. em 22/02/2017

    Ahhhh quem não tem uma cadeira cheia de roupas no quarto que atire a primeira pedra kkk
    Eu tenho uma e se deixassem teria 2, pq só uma não ta dando conta rsrsrrsrs

  11. em 22/02/2017

    Adorei a reflexão! Faz muito sentido. Adorei sua escrita, ao mesmo tempo que dialoga com a gente, é bem pessoal, dá pra ver que tem muita verdade no que tá escrito. E claro, super me identifiquei! Que acabemos com essa cadeira, não é?! Beijão e sucesso.

  12. em 22/02/2017

    Admito também tenho a cadeira da vida! Tive isso por muito tempo pois queria ter meu canal na hora certa e não foi assim acabei criando num dia qualquer haha! E oq quero tirar da cadeira da minha vida acho que é ir para minha casa nova sem uma cadeira de roupas hahah <3

  13. em 23/02/2017

    Nossa adorei o texto! Eu tinha uma cadeira cheia de roupas no guarto e uma cadeira cheia de roupas na vida também rs Super me identifiquei!
    Parabéns pelo blog viu. Beijos

  14. em 23/02/2017

    eu pensava que era so eu haha no meu quarto não tem so a cadeira e sim as cadeiras haha a situação já ta critica, guardo livros em cima, roupas e ate sapatos as vezes, sim eu sou uma pessoa desorganizada e é uma meta mudar isso esse ano. sobre a cadeira da vida essa ta lotada demais e isso me entristece, pois eu como ja disse sou um tanto desorganizada e ja perdi muito com isso, mas to mudando aos poucos.

  15. em 23/02/2017

    me indentifiquei bastante com a cadeira da vida, pois sou aquela pessoa que sempre vai adiando os planos, as tarefas, e qnd percebo tenho um monte de afazeres acomulados, gostei do texto e da forma como expressa sua opinião.
    bjs

    https://psicologandomemorias.blogspot.com.br/

  16. em 23/02/2017

    Me indentifiquei bastante com a cadeira da vida, pois sou daquelas pessoas que sempre adianta os planos , as tarefas e qnd percebo estou cheia de afazeres acomulados, mais é sempre assim, quem nao tem a tal cadeira desorganizada, tem uma gaveta do guarda roupas, a area dos fundos da casa, vivemos no tempo em que sempre estamos com pressa e acabamos deixando de lado algumas coisas sem fazer.
    gostei do texto
    bjs

    https://psicologandomemorias.blogspot.com.br/

  17. em 25/02/2017

    O que tem na minha cadeira da vida depende de resolver a parte financeira e profissional, o que infelizmente vai levar mais tempo do que eu gostaria. Na cadeira não-metafórica (TEM DUAS!) ficam as roupas pra passar/guardar. Que um dia serão passadas e guardadas. Num futuro próximo. Talvez.

  18. em 26/02/2017

    Que texto incrível!
    Logo me lembrei que eu removi a bendita cadeira do meu quarto justamente por conta desse mau hábito. Mas… agora não tenho mais a cadeira, porém tenho a cama e a cadeira do ventilador usada para acumular roupas. Meu guarda-roupa, que também acumulava toda essa procastinação e bagunça, até que tá melhorzinho pois melhorei um pouco depois de tirar a cadeira… Mas o mau hábito continua e muitas vezes eu fico paralizada, como se eu não soubesse lidar diante de tantas coisas acontecendo na vida, tantas tarefas, tanta pressão… Mas enfim, sempre que tneho um minuto de repouso mental e consigo reorganizar tudo, a sensação é libertadora!
    Bem… Eu parei de escrever para blogs desde 2009. Voltei no início do ano passado e comprei um domínio logo justamente para ver se dava um gás e eu conseguia mantê-lo. Tem sido muito bom desde então.
    Desejo tudo de bom nessa etapa, já amei tudo aqui <3
    Beijos

  19. em 27/02/2017

    Eu amei forte a tua comparação da cadeira cheia de roupas ♥ A gente tem essa mania de ir adiando, deixando de lado, levando outras coisas menos importantes como prioridade e tudo se esvai. Uma hora ou outra a vida vai cobrar e vamos passar um século pra fazer as coisas acontecerem, mas ainda ficamos esperando o tal momento certo. E ele nunca chega. Jamais vai ter todos os astros alinhados, então é isso mesmo. É preciso dar a volta por cima e ir desacumulando. Vale a pena perder o controle da vida de vez em quando por sonhos que nos parecem reais. Eles são, nos basta levantar e fazer com que eles aconteçam. Adorei o texto. Obrigada por isso.

  20. em 27/02/2017

    Na minha cadeira da vida está sentado todos os meus medos e defeitos que me perseguem todos os dias e que não me deixam conhecer coisas e pessoas novas. Está lá a minha insegurança e meu maior medo de estar sozinha. Já na minha cadeira mesmo está apenas minhas roupas em que na maioria do tempo são meus uniformes do colégio.

  21. em 27/02/2017

    Achei muito fofinho esse wallpaper e a ideia de disponibilizar pra a gente 🙂 E ótima a reflexão, eu pelo menos, tenho viagens, planos e muitas outras coisas na cadeira da vida. O blog estava nela fazia muito anos também, e realmente, quando pesa no bolso a gente faz, se dedica e quer provar pro mundo que o investimento dá retorno – eu pelo menos estou assim hahah. Quanto à cadeira do quarto, vish, ela nao fica tãooo desarrumada mas seria bem melhor se eu já jogasse no cesto de lavar de vez!

  22. em 28/02/2017

    Olá Debora, tudo bem? Parabéns pelo seu blog. Eu adorei a forma como você escreve, eu fiquei presa no seu post do começo ao fim. E muito boa o uso da metáfora da cadeira, porque todo mundo tem uma. E sim, normalmente a minha cadeira é da vida mesmo. Espero que você consiga investir no blog como você quer e tambémq ue a opinião alheia não te abale tanto. Você tem uma escrita muito suave e divertida de ler, invista nisso. Conte com a minha leitura também. Beijo

  23. em 28/02/2017

    É só trocar cadeira por cabide e você está contando a história da minha vida.

    Eu sou dessas de planejar a minha vida perfeita e colocar na cabeça que só vou conseguir colocar as coisas em prática quando eu tiver tempo e dinheiro. Eu tô sem emprego, então não tenho dinheiro, mas tenho tempo demais mal administrado… que confusão! Parece que nada vai sair do papel de eu não tiver os dois juntos, e enquanto só tenho um, fico matando tempo assistindo séries e dormindo. Comentar isso aqui me deu até uma vergonha de mim mesma.

    Com certeza vou baixar esse wallpaper e colocar no celular hahahah beijo!
    literarizandomomentos.blogspot.com

  24. em 28/02/2017

    Nossa, amei o post! Quem nunca teve uma cadeira cheia de roupas que era raridade ficar 100% arrumada, né? E é exatamente assim com a cadeira da vida! Amei o seu texto! Super criativo!

    Bjos, Marinspira <3

  25. em 28/02/2017

    Super me identifiquei! Quem nunca teve uma cadeira de roupas de nunca ficava 100% arrumada, né? E é exatamente assim com a nossa vida! Amei o seu texto! Bem diferente e super criativo!

    Bjos, Marinspira <3

  26. em 28/02/2017

    Não tenho a cadeira de roupas do quarto… Aqui em casa a regra é clara, usou, sujou, lavou rzs… Ou seja, já vai tudo pra máquina de levar….. E eu queria ser assim com a visa tb, pois minha cadeira de roupas da vida, as vezes sobe o muro e esparrama do outro lado…. Costumo sim postergar e acumular tarefas…. Estou tentando ser melhor, me organizar melhor e deixar a preguiça de lado. Aos poucos conseguirei

  27. em 28/02/2017

    Amei seu texto. No quarto em si, eu não tenho lugar para acumular nada, mas na vida? Nossa, eu tô me desdobrando em várias dessas cadeiras, mas não por falta de vontade de arrumar (odeio bagunça), mas por falta de tempo. As vezes a vida é tão corrida, e quando se tem problemas misturados a realidade e as responsabilidades, acaba sendo necessário um ótimo jogo de cintura para dar conta de tudo.

  28. em 28/02/2017

    Eu não tenho a cadeira de roupas no quarto, mas tenho o cantinho do guarda-roupa. O dia que tenho que tirar pra organizar isso doí o coração de uma maneira terrível! hahaha mas, eu super entendi o que você colocou em questão e serviu até como um empurro que eu precisava pra continuar, a gente sempre espera o tempo certo pra viver algo e deixa ele ali até o dia em que vai ter coragem de guardar tudo, quando na verdade, não deveríamos nem deixar acumular! Adorei seu texto!

    Beijos,

    http://www.rodoviadezenove.com.br

  29. em 28/02/2017

    Que texo verdadeiro. Eu não só tenho a cadeira de roupas como tenho a cadeira da vida também. Coloco lá muitos cursos e viagens que quero fazer. Sempre achando que o momento perfeito ainda não chegou….
    Já passou da hora de levantar e dobrar as brusinhas 🙂
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

  30. em 28/02/2017

    Há muito tempo eu parei de acumular roupas na cadeira (coloco tudo pra lavar quando não vou mais usar) e coisas na minha vida. Se tem que fazer uma coisa, vou lá e faço. Acho que é melhor ser conhecido como alguém que fez alguma coisa do que ser a pessoa que não fez nada… que fica esperando “a hora certa”. A única coisa que fica em suspenso é o caso de “você já arrumou namorado?”; isso vai ficar me suspenso por um boooooom tempo haha.

  31. em 28/02/2017

    Migaaaaa, vem cá e me abraça <3
    Eu tenho a cadeira no meu quarto, e além disso tenho a da vida também, e o ciclo de esperar o momento perfeito para arrumar essa cadeira também se repete comigo, mas ele não vai chegar, e quando eu percebi isso comecei me arriscar.
    Voltei com o blog e alguns projetos estão saindo do papel.
    Beijos.

  32. em 01/03/2017

    eu não tenho essa cadeira, mas conheço muitos que tem. Eles vivem dizendo que vão esperar para arrumar, vão esperar as coisas que ajeitarem sozinhas… mas não vão. Esse é o segredo da vida, as cosias vão permanecer ali se você não fizer nada!

  33. em 01/03/2017

    Eu fazia muito isso de colocar as roupas na cadeira, depois na cama e na cadeira de novo antes de dormir. Agora eu tenho um beliche, e eu as vezes coloco umas calças jeans ali penduradas haha, mas quando fica muito cheio eu guardo. Mas, sim, sei que é difícil sairmos da nossa zona de conforto, mas devemos nos arriscar mais e não ficar esperando sempre o momento certo (porque as vezes ele aparece e não achamos que ainda não era). Gostei muito do seu texto, parabéns pela iniciativa tomada de criar o blog, sucesso!

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

  34. em 01/03/2017

    Gente, que post incrível <3
    É uma coisa, né? Essa cadeira de roupas da vida. Eu não tenho uma de roupas, mas deixo-as jogadas por aí. Já da vida… Tem tanta coisa que eu deveria fazer, estar fazendo, e sempre deixo para depois. E o depois não chega. Tenho que parar de esperar essa tal de hora chegar e fazê-la chegar.

    Amei o post ♥

  35. em 01/03/2017

    Gostei do texto, me encontrei muito nele, e eu fui lendo o texto olhando pra minha cadeira que está cheia de roupa no momento, eu tento sempre organizar as coisas, mas no fim como você disse a cadeira está ali é tão mais fácil colocar a roupa ai, vou tentar seguir um pouco do que você disse

  36. em 01/03/2017

    Sua lindaaaa! Já curti a sua página no Facebook, porque sei que muita postagem boa vem por aí! É claro que todos nós temos uma cadeira cheia de roupas da vida. E é claro que, junto com ela, existe o medo. Mas na medida que vamos tomando conhecimento disso e mudando pequenas atitudes, como por exemplo, a sua iniciativa de criar um blog, todo o resto vai ficando mais fácil e prazeroso (motivação é o segredo). Parabéns pela postagem e muito sucesso com o blog. Ganhou uma nova leitora. Beijos!

  37. em 01/03/2017

    Acho que isso é mal de Débora.
    A cadeira de roupas eu já me livrei, mas a da vida… ainda está lá, acumulando coisas que esperam pelo momento perfeito que nunca chega!!

    Inspiring (:

  38. em 02/03/2017

    Nunca tinha tido uma cadeira de roupas até esse ano. Mas tento deixar tudo dobrado. Já a cadeira de roupas da vida, essa to tentando organizar e fazer o que tenho que fazer, se eu for espera todas as coisas que estava esperando para fazer o que tenho que fazer, provavelmente, nunca iria fazer.

  39. em 02/03/2017

    Numa tinha pensado dessa maneira! É por isso que é tão incrível conhecer outros blogs. Na minha cadeira dá vida eu tiraria a faculdade de cinema que eu tanto queto. Eu faria, sabe? Sem pensar em momento perfeito. Amei sua postagem. Obrigada 💖

  40. em 02/03/2017

    A minha cadeira está cheia de roupa que recolhi agora pouco e não guardei ainda pois vim ler seu texto. rs
    Adorei. Beijos

  41. em 03/03/2017

    Amei seu texto, muito boa a comparação! Maravilhoso, assim como seu blog! Parabéns, beijos! 💜

  42. em 03/03/2017

    25/12/2013 pior pessoa que ja conheci na vida .
    Ameei o texto, muito inspirador

  43. em 07/03/2017

    A cadeira de roupa eu não tenho, pois tenho toque. Mas a cadeira da vida eu tenho e tento melhorar sempre.
    Hoje mesmo estou tentando organizar minha cadeira da vida, estava devendo visitas para vários blogs e canais, já poderia ter feito. Mas estou evoluindo estou terminando minha lista de visita da semana passada e já vou começar a dessa.

  44. em 07/03/2017

    Eu tinha saído da vida de bagunça, no meu caso dentro do guarda-roupas. Mas a bagunça tá voltando… eu não sei se é regra, mas já reparei que quando o guarda-roupas tá zoneado, minha vida tá assim também hahahah
    Que pena que você demorou pra começar o blog, eu entendo esse medo inicial. Eu demorei bastante também por medo do que iam pensar hahah bobagem