09-07-18

Como se alimentar melhor (e sem neuras)

Tempos atrás, eu fiz esse sobre como encontrar a sua atividade física. Fazem alguns anos que eu encontrei o meu exercício: a musculação. Nessas de fazer algum exercício físico, a gente vai notando algumas diferenças na disposição, no bom-humor e claro, no corpo. Acaba sendo uma consequência, e quando você vê, você está mudando a alimentação. A gente pensa que se alimentar melhor requer muitos custos, que é muito difícil, que a gente não vai conseguir… Mas, eu estou aqui para te salvar. Se você quer começar a se comer de forma mais saudável e não sabe por onde, tá ai:  3 dicas para começar a se alimentar melhor!

1- Tudo pode

*ativar blogueirinha fitness no stories do instagram* Se você sentir vontade de comer chocolate, você pode substituir por alcachofra. PAROU AÍ! Se você sentir vontade de chocolate… Coma chocolate, oras! Nenhum alimento é vilão, nenhum alimento é mocinho. Pode tudo, desde que nada seja em exagero. É claro que existem escolhas melhores, e é ai que você deveria…

2- Aprender a ler rótulos

Uma coisa que demorei para aprender, é que nem sempre o que está escrito “light” ou “integral” na embalagem é realmente light ou integral.  A dica é sempre conferir a lista de ingredientes, que está sempre em ordem decrescente, ou seja: do ingrediente que tem mais para o ingrediente que tem menos. Particularmente, eu curto a linha do: quanto mais natural, melhor. O que nos deixa o gancho da próxima dica que é:

3- Passe na feira

Comer alimentos saudáveis, não é para ser um bicho de 7 cabeças. Você não precisa comprar goji berry, sal rosa e manteiga ghee porque você viu no instagram de sei lá que @ que isso era essencial para chegar no corpo dela. Ou gastar rios de dinheiro comprando farinha de amêndoas (gente, amêndoa é um absurdo de caro, e vocês querem fazer FARINHA?). A dica da vida é passar na feira, e simplesmente comprar as frutas, verduras e legumes da época! Se você está pensando em abrir a boca e falar “Ah não gosto de fruta nenhuma PIPIPI” vou te deixar uma lista de frutas (e uma joelhada na testa via telepatia também).

Eu quando você fala que não gosta de nenhuma fruta

Claro que sempre: consulte um nutricionista. Ele vai te ajudar e te falar direitinho o que você deve comer.

E, me promete uma coisa: sem neuras, viu?

 

deixa um pouquinho de você comigo 💕
  1. em 13/07/2018

    nossa, depois que aprendi a ler rótulos a minha vida mudou. Muito engana, a embalagem e o que parece, precisamos saber o que vamos comer. Parabéns pelo post. Acho importante discutirmos sobre alimentação saudável. Beijo

  2. em 14/07/2018

    Com certeza esses são bons passos para todo mundo seguir! Ficar se pressionando nunca faz bem, não é?
    Quero me cuidar melhor e não vou deixar seguir essas dicas!

  3. em 15/07/2018

    ötimas dicas, também não gosto da mentalidade de não poder comer certos alimentos, o que atrapalha é o exagero.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

  4. em 17/07/2018

    Oie, tudo bem? Cuidar da saúde é muito importante. Sempre fui de treinar, fazer academia, praticar esportes, quando me descuidei fiquei gordinha. Foi bem difícil emagrecer. Experimentar dietas diferentes, passar fome, até encontrar aquilo que dá certo pra nós. Quando aprendi sobre lowcarb consegui emagrecer bastante, mas descuidei de novo =/ Agora estou voltando à rotina fit, espero conseguir alcançar os resultados novamente. Beijos, Érika =^.^=

  5. em 17/07/2018

    Adorei as dicas! São realmente uteis, muita gente acha que tem que cortar tudo mas o destaque principal é não exagerar e comer comidas saudáveis sempre. Tipo se der aquela fome, e ter mais coisas saudáveis na geladeira duvido ficar de mimimi! kk Kissus

  6. em 17/07/2018

    Super gostei da sua dica de ler os rótulos, as vezes não ler acaba tendo problemas, lembrei do filme “Por que é novembro” fala brevemente em relação a produtos organicos e rotulos.

  7. em 17/07/2018

    Eu pretendo fazer uma academia, mas no momento está fora de cogitação pois estou quase ganhando meu bebê. Mas depois de nascer quero ir e na alimentação já me cuido bastante, mas tenho que aprender mais. E concordo com você, a gente pode comer tudo, só tem que saber como escolher haha

  8. em 17/07/2018

    Oi Débora!
    Eu ri demais aqui do substituir chocolate por alcachofra e depois do ‘você quer fazer farinha?’!!! ahahah
    Eu também não acredito nessa de se privar de tudo, como vi há um tempo, a gente tem que alimentar o corpo e a alma. E precisamos tanto de coisas bem saudáveis, quando comer uma gostosura de vez em quando pra agradar a gente mesmo. O mais importante é o que você colocou, balanço e equilíbrio na hora das escolhas, especialmente sabendo verificar a procedência e os produtos que adquirimos.
    Quando todas as coisas que dão de susgestão seguem para o lado de ‘você precisa fazer’, é sempre complicado para mim. A rotina já é puxada e é bem difícil que eu pare um tempo que seria livre ou para descanso para revertê-lo em tempo para fazer farinha ou algo do tipo. Tem gente que adora fazer essas coisas, mas eu não consigo mesmo… rsrsrs
    Bem legal o post!
    xoxo

  9. em 17/07/2018

    Adorei demais as suas dicas, super verdadeiras e que cabem no nosso dia a dia, o que mais ouço por aí é que o ideal são as dietas restritivas que nada pode, tem um blogueira fitnesse que tirou até as frutas do cardápio pq tem frutose e isso prejudica o corpo 🙁 Sei lá, sou do tipo que quer ter uma alimentação saudável mas poder comer o que der vontade, dentro dos limites (claro) 🙂

  10. em 17/07/2018

    AAAA Amei as dicas! Especialmente a primeira. Estou tentando perder um pouco de barriga, mas n deixo de comer NADA! Claro que nada exagerado, mas n deixo de comer o que quero pra emagrecer

  11. em 18/07/2018

    Nossa obrigada por desmistificar essa história de ‘substituir’ doces, não fazia o menor sentido comer, sei lá, mix de castanhas quando eu só queria um chocolatinho. Dieta cheia de restrição e ‘não pode’ é a pior coisa do mundo. Mas também a gente precisa colocar na cabeça que nosso corpo precisa de nutrientes e vitaminas, a vida não é feita só de coisas que a gente gosta! Adorei todas as dicas, bjs

    Gih

  12. em 18/07/2018

    Fazer a feira é muito bom, vamos combinar haha. Adorei seu post, pois não ficou nada imposto e nem fez com que pessoas se sentissem culpadas por comer tal coisa (o primeiro tópico tá maravilhoso!). Minha alimentação, apesar de boa, tem falhas; por exemplo, não com muitas frutas nem legumes, pois meu paladar é meio “infantil”. Mas pretendo mudar isso um dia, aos poucos 🙂